XP anuncia mais de 100 vagas de trabalho para mulheres

Vagas de trabalho para mulheres
As vagas de trabalho para mulheres anunciadas pela XP são para as áreas de tecnologia e negócios

A XP Inc. anunciou que vai abrir, ao longo do primeiro trimestre de 2021, cerca de 100 vagas de trabalho para mulheres. De acordo com a empresa, a decisão de abrir vagas exclusivas para o público feminino partiu de uma necessidade interna. Atualmente, o número de mulheres contratadas pela companhia é de 22%. Para mudar esse cenário, a empresa quer aumentar o número de mulheres no quadro de colaboradores. A meta da XP é ter 50% dos cargos ocupados por mulheres até 2025.

Com cargos para diferentes níveis hierárquicos, desde estágio até gerência, as vagas são voltadas para as áreas de tecnologia e negócios. Assim como as outras oportunidades anunciadas recentemente pela XP, as vagas de trabalho para mulheres são em regime remoto, ou seja, aceitam candidatura de qualquer lugar do Brasil ou do mundo. Além disso, as vagas são válidas para Pessoas com Deficiência (PCD). Algumas oportunidades já estão com inscrições abertas e para se candidatar basta acessar o site de carreiras da XP.

Vagas de trabalho para mulheres xp
Número de mulheres ocupando cargos na cúpula XP ainda é muito baixo, mas a empresa está disposta a mudar esse cenário

Conheça um pouco mais sobre a iniciativa da XP de abrir vagas de trabalho para mulheres

Vagas de trabalho para mulheres na xp
Apesar dos esforços, cargos de liderança ocupados por mulheres ainda é pequeno na empresa

Além de ter um número baixo de colaboradoras, a XP Inc. tem um número reduzido de mulheres em cargos de liderança. Pensando em mudar a situação, Marta Pinheiro, diretora de ESG na XP, decidiu criar um coletivo feminino chamado MLHR3.

Além de aumentar o número de vagas de trabalho para mulheres dentro da XP, um dos principais objetivos do MLHR3 é aumentar a inclusão e a diversidade dentro da companhia. Uma das primeiras ações do coletivo foi firmar uma parceria com o Reprograma, que tem como foco ensinar programação para as mulheres. 

Segundo Marta Pinheiro, o MLHR3 também pretende aumentar a presença de mulheres no mercado  financeiro, por isso, o coletivo vai oferecer materiais e treinamentos para as profissionais, além de cursos diversos para as universitárias.  

“Entendemos o contexto histórico da nossa sociedade e desse mercado, que hoje não atrai ou favorece a presença feminina, e o nosso intuito é derrubar essas barreiras. Mais mulheres no mercado financeiro também significa mais empoderamento de suas finanças, que é uma ferramenta de liberdade.”

Marta Pinheiro, diretora de ESG da XP Inc. 

Marta também acredita que o programa de trabalho remoto adotado pela XP Inc. pode auxiliar as mulheres, já que o trabalho remoto pode trazer mais flexibilidade para as profissionais que precisam conciliar a maternidade com a carreira. 

Fonte: Money Times; Valor Investe [1] e [2]; Forbes

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário