VR e smartphones promovem a acessibilidade em espetáculo teatral

VR e smartphones promovem a acessibilidade em espetáculo teatral
O projeto "Teatro para Todos os Ouvidos", da Samsung, usa a tecnologia para tornar espetáculos mais acessíveis a pessoas com deficiência auditiva

A tecnologia é, sem dúvidas, uma ferramenta capaz de promover a acessibilidade. Sabendo disso, a Samsung traz a São Paulo o projeto “Teatro para Todos os Ouvidos”, um espetáculo inovador que dispensa um intérprete de Libras para incluir os deficientes auditivos. Para isso, usa, simplesmente, um óculos de realidade virtual e um smartphone que, em tempo real, legendam as falas dos atores.

Captura de Tela 2017 05 09 às 19.47.05 770x282 - VR e smartphones promovem a acessibilidade em espetáculo teatral
Plateia assiste “O Pai” com os óculos Samsung Gear VR

Desenvolvida em parceria com a Leo Burnett Tailor Made, a ação é oferecida na peça “O Pai”, com Fulvio StefaniniCarol Gonzalez e Lara Córdulla no elenco. A primeira parte da temporada, no Teatro Frei Caneca, já se encerrou. Mas, quem quiser ter essa experiência artística com os produtos da Samsung pode ir até o Teatro Fernando Torres. Terão sessões nos dias 16, 23 e 30 de junho e nos dias 07, 14, 21 e 28 de julho.

Graças ao apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, serão disponibilizados 10 pares de ingressos para cada uma das apresentações. Assim,todos podem levar um acompanhante.

Para Andrea Mello, diretora de Marketing Corporativo da Samsung Brasil, esse uso da tecnologia é uma das prioridades da empresa sul-coreana. “Quando unimos o teatro com a tecnologia podemos mudar a vida das pessoas. Com essa iniciativa do “Teatro para Todos os Ouvidos”, estamos oferecendo uma experiência diferenciada e especial para que pessoas com deficiência auditiva possam vivenciar um espetáculo por completo, podendo visualizar o cenário, a encenação e a legenda, sem perder nenhum detalhe. Tudo isso é muito inovador e inspirador”.

“O Pai”

A peça conta as confusões entre um pai e uma filha, cuja convivência é por vezes cômica, mas também bastante irritante. Ora se amam, ora se odeiam. Com Fulvio Stefanini, Carol Gonzalez, Lara Córdulla, Paulo Emílio Lisboa, Wilson Gomes e Carol Mariottini, o espetáculo emociona o público com essa dinâmica familiar.

O Teatro Fernando Torres fica na Rua Padre Estevão Pernet, 588, no Tatuapé. Os ingressos custam R$80.

Comentários do Facebook

Share via