Universidade Federal do Paraná constrói maior usina solar em estacionamento do Brasil

energia solar ufpr
Usina solar fotovoltaica em carport da UFPR foi construída em apenas 3 meses e custou R$ 5 milhões
Anúncio
Samsung  campanha  Connected Living para promover conectividade de produtos  do lar

Após três meses de construção, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) inaugurou neste mês a maior usina solar fotovoltaica em carport do país. O projeto, construído no estacionamento da universidade, custou R$ 5 milhões e promete uma economia de 1,5 milhão em energia elétrica anualmente. 

Para Alexandre Brandão, presidente da Alexandria, empresa que desenvolveu a usina solar carport, o projeto une o “útil ao agradável”, pois utiliza um estacionamento coberto e, em vez de usar telhas, eles contam com módulos solares como cobertura das vagas.

Usina solar cobre 375 vagas

Maior usina solar fotovoltaica em carport do país pode gerar 1.299,715 MWh a cada ano
Maior usina solar fotovoltaica em carport do país pode gerar 1.299,715 MWh a cada ano

A empresa utilizou quase três mil painéis solares que cobrem 375 vagas no estacionamento da UFPR. O novo projeto é capaz de gerar 1.299,715 MWh por ano, o equivalente ao consumo médio de pouco mais de 700 casas. Segundo a empresa, a usina solar da universidade evita a emissão de aproximadamente 100 toneladas de CO² na atmosfera. 

Programa de Eficiência Energética (PEE)

Painéis fotovoltaicos ainda em construção; eles cobrem 375 vagas no estacionamento da UFPR
Painéis fotovoltaicos ainda em construção; eles cobrem 375 vagas no estacionamento da UFPR

A usina solar fotovoltaica em carport da Federal do Paraná contou com o investimento do Programa de Eficiência Energética (PEE), da Aneel. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica, o PEE tem como objetivo fomentar o uso eficiente de energia elétrica no país, através de projetos, tecnologias e outros instrumentos. A implantação também contou com o apoio da UFPR

Brandão destaca que a construção do carport solar foi realizada em tempo recorde, em 90 dias. “Por ser a maior usina em carport do Brasil, o projeto envolveu uma série de complexidades”, disse. Uma das complexidades, por exemplo, tem a ver com a segurança dos veículos. Alexandre explica que é preciso levar em consideração que o empreendimento precisa ser consistente para manter a proteção.  

Exemplo de como são construídos os carport, em estacionamentos abertos
Exemplo de como são construídos os carport, em estacionamentos abertos

Além de gerar energia e servir como proteção dos veículos, a maior usina solar fotovoltaica pode ser usada por professores e alunos, ajudando no desenvolvimento de pesquisas e estudos. 

Outros departamentos públicos estão adotando painéis fotovoltaicos no Paraná. A Prefeitura de Curitiba já utiliza os painéis, bem como lâmpadas de LED, que são mais econômicas. De acordo com o portal Bem Paraná, o município prevê uma economia de R$ 100 mil a cada ano. 

O que achou da usina solar fotovoltaica em carport da Universidade Federal do Paraná? Acredita que esse sistema precisa estar em outras universidades pelo país? Deixe a sua opinião abaixo.

Fontes: Época Negócios e Bem Paraná

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário