Chinês cria traje futurista que protege contra o Coronavírus

caba
O traje é uma espécie de cápsula estéril onde o Coronavírus não sobreviveria, e além de proteger também ajudaria a exterminar o vírus
Anúncio
Samsung  campanha  Connected Living para promover conectividade de produtos  do lar

Com o surto do Coronavírus, as preocupações em relação à proteção pessoal de quem vive em áreas de risco não é uma surpresa. E diante dessa situação, um arquiteto chinês resolveu publicar em seu Instagram o design de um conceito de roupa de contenção que serviria para proteger a população do vírus mortal.

Contra o Coronavírus

O traje é feito com fibra de carbono e filme de PVC
O traje é feito com fibra de carbono e filme de PVC

O traje foi nomeado como “Be a Bat Man”, que em tradução literal seria “Seja um homem morcego” e faz uma referência ao Batman. Entretanto, a roupa em si não tem nada a ver com o traje usado pelo herói. Ela é uma espécie de cápsula, que utiliza da radiação ultravioleta para esquentar o interior e dessa forma tornar um ambiente estéril, impossibilitando assim a entrada de vírus como o Coronavírus.

Sun Dayong, arquiteto cofundador do estúdio Penda, é o responsável pela invenção e diz na publicação que ela foi pensada para ajudar as pessoas que podem ser expostas a situações de perigo durante emergências que são causadas pelo coronavírus.

A radiação ultravioleta impede a entrada do Coronavírus, tornando o ambiente estéril
A radiação ultravioleta impede a entrada do Coronavírus, tornando o ambiente estéril

Essa cápsula é feita com fibra de carbono e filme PVC e a forma de carrega-la é como se fosse uma mochila. Ele pode ser dobrado e se abre automaticamente quando necessário.

No fim, acaba não sendo exatamente uma roupa ou um traje em si, mas uma espécie de capa de proteção. Porém, o oonceito ainda não está finalizado e segundo o próprio Dayong, o projeto ainda precisa de um trabalho árduo de vários engenheiros para se tornar algo para produção real.

Pensando no futuro

O arquiteto já se ofereceu para ajudar com esse desenvolvimento do projeto, e sem cobrar nada por isso.  Dayong parece ter grandes expectativas para o seu trabalho, e até deixou claro que no futuro, quando a epidemia do Coronavírus já estiver contida, o traje pode até ser utilizado como um ambiente digital para integrar tecnologias como o Google Glass.

Vale lembrar que na China já existe até um aplicativo capaz de identificar se há alguém contaminado por perto.

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário