Programa de carros voadores da Europa começa em 2022

Programa de carros voadores da europa começa em 2022
Primeiro programa de carros voadores da Europa pode apontar como será o futuro da mobilidade urbana nas vias aéreas

Táxis aéreos, veículos e drones voadores capazes de fazer o transporte de carga, entrega de medicamentos e produtos, inspecionar as vias, fazer vigilância policial e auxiliar em situações de emergência médica parece muito futurista para você? Pois é, ao que tudo indica, o futuro chegou. Pelo menos essa é a proposta do programa de carros voadores da Europa, que vai começar a testar os novos serviços de mobilidade aérea ainda em 2021, sendo que a fase de testes urbanos está prevista para iniciar em 2022.

O projeto, chamado AMU-LED, faz parte do Horizon 2020, um programa de pesquisa e inovação da União Europeia iniciado em 2014 e tem como objetivo “garantir que os países europeus consigam produzir ciência de nível mundial, eliminando barreiras à inovação e permitindo que os setores público e privado trabalharem juntos na entrega da inovação”. 

O programa de carros voadores da Europa pretende melhorar a mobilidade urbana, otimizando o transporte de produtos e pessoas, auxiliando na redução do congestionamento das rodovias e até mesmo a diminuir a frequência de acidentes de trânsito. O AMU-LED já conta com a participação de 17 empresas, incluindo gigantes que produzem tecnologia e veículos aéreos como EHang, Boeing e Airbus. Somente a EHang possui cerca de 10.000 voos sem acidentes. Inclusive, a empresa já fez voos bem sucedidos com passageiros a bordo do seu  Veículo Aéreo Autônomo (AAV), o EHang 216, que tem capacidade para duas pessoas. 

Como serão os testes do programa de carros voadores da Europa?

O programa de carros voadores da Europa “é considerado uma das maiores demonstrações de serviços de mobilidade com veículos aéreos em meio urbano”, segundo o SESAR, órgão que regulariza a gestão do tráfego aéreo (ATM, sigla em inglês) no continente europeu. Os testes dos serviços oferecidos pelas empresas participantes do AMU-LED também serão acompanhados pela comissão europeia para operações seguras de drones, a U-space. Os resultados obtidos ao final da fase de testes vai ajudar as agências regulatórias de tráfego aéreo a criar novas regras para o funcionamento desse tipo de transporte.

Inicialmente, as simulações de voos do programa de carros voadores da Europa serão realizadas nas cidades de Amsterdã e Rotterdam na Holanda, Santiago de Compostela na Espanha e Cranfield no Reino Unido e terão duração de duração de dois anos. Serão mais de 100 horas de voos em cenários diversos e com diferentes veículos de transporte aéreo. A proposta é testar os serviços de entrega e transporte sem passageiros, em um primeiro momento. 

Programa de carros voadores da europa
A EHang deverá usar seu veículo aéreo autônomo durantes os testes do programa de carros voadores da Europa

O programa de carros voadores da Europa vai ajudar a repensar a mobilidade urbana e criar um novo tipo de transporte aéreo. Além disso, os veículos serão equipados com tecnologia de ponta como baterias de última geração, soluções de robótica e sistemas de inteligência artificial (IA). O programa será um passo importante para melhorar a mobilidade nos grandes centros e poderá ajudar a “criar cidades mais sustentáveis ​​e inteligentes”, conforme informou o site DZNet

Você sabia que a Apple possui planos para entrar na indústria automotiva? Pois é, saiba tudo sobre a parceria entre a Apple e Hyundai que pode resultar no primeiro carro elétrico e autônomo da empresa. 

Fonte: ZDNet; Drone Watch; Dorne DJ; European Commission; EHang; SESAR

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário