Problemas de qualidade nos processadores Intel teriam motivado troca para arquitetura ARM pela Apple

Processadores ARM da Apple
Ex-engenheiro da Intel disse que excesso de problemas da arquitetura Skylake fez Apple decidir trocar processadores Intel por chips próprios nos próximos Macs

Desde que a Apple anunciou a transição dos processadores Intel para processadores próprios com arquitetura ARM, durante o primeiro dia da WWDC 2020 (uma conferência mundial voltada para desenvolvedores parceiros da empresa), houve muita especulação sobre o que levou a Apple a finalmente realizar a substituição para processadores ARM, de fabricação própria, para as linhas de Macs.

Até então, a principal especulação era que a empresa estava buscando consolidar a mesma arquitetura de processadores em todos os seus dispositivos, desde iPhones até Macs. Isso faz sentido do ponto de vista corporativo. Vale lembrar que a Apple usa arquitetura ARM em iPhones e iPads desde 2010.

Agora, o ex-engenheiro chefe da Intel François Piednoël adiciona um ingrediente para esse caldo de especulações.

“A garantia de qualidade do Skylake era mais que um problema. Era anormalmente ruim. Basicamente, nossos colegas da Apple passaram a ser os que mais reclamavam de problemas na arquitetura”

François Piednoël, ex-engenheiro chefe da Intel

Por mais que a Apple já viesse considerando substituir os processadores Intel por processadores de fabricação própria, Piednoël acredita que o excesso de problemas com a arquitetura Skylake foi a gota d’água para a empresa decidir realmente fazer a transição.

Dificuldades com processadores Intel

Processadores Skylake da Intel
Arquitetura Skylake da Intel apresentou série de bugs

Segundo o ex-engenheiro, a situação chegou num ponto em que seus clientes da Apple encontravam tantos bugs na arquitetura Skylake quanto os próprios engenheiros da Intel. Quando isso acontece, disse Piednoël, significa que “você não está seguindo o rumo certo”.

Com o tempo, segundo ele, essa situação pode ter feito a equipe da Apple adiantar os planos de não só aposentar os processadores Intel e passar a usar a arquitetura ARM, mas de repaginar todo o ecossistema dos softwares para Macs.

“Esse foi o ponto de inflexão. Basicamente, a garantia ruim de qualidade do Skylake é responsável pelo pessoal da Apple ter desistido da plataforma”

François Piednoël, ex-engenheiro chefe da Intel

Vale ressaltar que a opinião do ex-engenheiro é pontual e isolada, de forma que não dá para considerar que esses foram oficialmente os motivos que levaram a Apple a realizar a transição dos processadores da Intel para a arquitetura ARM. Até a publicação desta matéria, as empresas não comentaram sobre o assunto.

Da arquitetura Skylake para a ARM

A Apple utilizava processadores Intel para Macs desde 2006, quando a empresa passou a fornecer seus novos componentes da linha Core para a linha que trazia o sistema operacional Mac OS X Tiger. Agora, começa uma fase de transição para os processadores de fabricação própria da Apple.

Segundo a empresa informou no WWDC 2020, a transição dos processadores Intel para os ARM pode demorar até dois anos. De acordo com Tim Cook, CEO da Apple, os processadores Apple Silicon apresentarão performance melhor e o menor consumo de energia possível.

Ainda segundo o executivo, a Apple investiu numa GPU integrada de alto desempenho, redes neurais e melhorias de segurança, entre outras tecnologias presentes nos novos processadores.

WWDC 2020: arquitetura ARM aposenta chips Intel nos novos Macs

O macOS 11 Big Sur será o primeiro sistema para Mac elaborado já com suporte aos processadores com arquitetura ARM, com interface nova, botões e central de notificações similares aos iPhones e iPads

Além disso, os aplicativos nativos, como o Safari, serão aprimorados e no caso do navegador oficial da Apple haverá suporte a mais extensões, melhorias na privacidade mostrando os trackers (rastreadores) dentro de um site e há promessa de ser 50% mais rápido que o Google Chrome.

As empresas de desenvolvimento de aplicativos já estão se adaptando para os novos processadores. A Microsoft está adaptando o Office para rodar nativamente no novo chip Apple Silicon. Além disso, a Adobe está se adaptando nessa nova arquitetura, inclusive na conferência foram exibidos os programas Lightroom e Photoshop sendo executados nos novos Macs.

Fontes: Apple e PC Gamer

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário