Mansão leiloada vai se transformar em escola inspirada por Elon Musk

mansao5
A ideia é transformar a mansão que pertencia ao dono do Banco Santos em uma escola de educação básica aos moldes da Ad Astra School, de Elon Musk.

O empresário Janguiê Diniz, fundador do Grupo Ser Educacional, transformará a casa do ex-dono do Banco Santos, Edemar Cid Ferreira, em uma escola de educação básica que utiliza métodologia de ensino inspirada pelo bilionário Elon Musk. A mansão de Ferreira foi arrematada em R$ 27,5 milhões na última terça-feira (18).

A propriedade inteira tem 8.180 m² e está localizada no Morumbi, região oeste de São Paulo, na rua Gália. Já a mansão ocupa uma área de 4.100 m² e possui cinco andares.

O Instituto Êxito, que ficará a cargo do projeto, diz que a ideia é fazer um centro de ensino de excelência, focado no desenvolvimento da criatividade, inovação e empreendedorismo, seguindo os moldes da Ad Astra School, desenvolvida pelo CEO da SpaceX e Tesla, Elon Musk.

“[A escola será] fundamentada no pensamento global, usará métodos de solução de problemas reais de forma integrada para ensinar multi habilidades e desenvolver o pensamento crítico”

diz o comunicado da assessoria de imprensa de Diniz

Diniz já depositou R$ 11 milhões, o equivalente a 40% do valor do imóvel. Já o restante será parcelado em seis vezes, e a mansão só poderá ser ocupada quando o valor integral for quitado.

A propriedade foi a leilão cinco vezes. Nos dois primeiros não houve interessados, enquanto no terceiro, o imóvel foi arrematado por R$ 23,3 milhões, mas o comprador (cujo nome não foi divulgado) não depositou o valor no prazo estipulado.

No quarto leilão, a mansão foi avaliada em apenas R$ 9 milhões, mas o juíz Paulo Furtado de Oliveira Filho, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo, não aceitou o valor. Já na quinta vez, foram 20 pessoas que se habilitaram a participar do leilão e foram 16 lances.

Falência do Banco Santos

mansão edemar cid ferreira
O investimento total foi perto de R$ 150 milhões entre os anos 2000 e 2004 (Foto: Lalo de Almeida / Folhapress)

O dinheiro arrematado pelo leilão será destinado ao pagamento dos credores, já que o Banco Santos possui dívidas de R$ 2,2 bilhões, precisando sofrer uma intervenção do Banco Central em 2004. Já a propriedade foi avaliada inicialmente em R$ 110 milhões, valor posteriormente reduzido para R$ 76,8 milhões, mas os credores do banco não aceitavam que a venda fosse por menos de R$ 94 milhões.

“Antes era um templo de ostentação, agora se tornará um templo de educação que, por meio do seu legado, irá transformar vidas, histórias e destinos do povo brasileiro”

disse o empresário Janguiê Diniz

A propriedade foi construída entre 2000 e 2004 e foi projetada pelo arquiteto Ruy Ohtake por R$ 1,15 milhão, enquanto a decoração ficou a cargo de Peter Marino, que recebeu R$ 8,86 milhões. Contando toda a mobília, mármores importados e alta tecnologia, houve um investimento de mais de R$ 140 milhões.

Dentro há duas galerias de arte, um heliponto e uma biblioteca.

Fontes: InfoMoney, Folha de São Paulo, UOL Economia

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário