Nova fábrica da LG Display vai (quase) dobrar produção de painéis OLED

LG Display vai quase dobrar produção de TVs OLED
Capacidade inicial da nova planta industrial da LG Display na China é de produzir 60 mil painéis OLED

A LG Display aposta pesado na produção de painéis OLED. Não à toa, a empresa é a única fabricante mundial de painéis OLED de grande dimensão. Agora, a empresa anunciou uma nova fábrica, em Cantão (China), que vai quase dobrar sua produção de displays que usam essa tecnologia.

De acordo com a empresa, a nova fábrica tem capacidade inicial de produzir 60 mil painéis OLED por mês. Combinando essa capacidade com a da fábrica em Paju, na Coreia do Sul, a capacidade de produção de OLED da LG Display salta para 130 mil painéis por mês.

“Esperamos que essa nova planta permita uma adoção mais rápida de displays OLED no mercado.”

James Hoyoung Jeong, CEO da LG Display

A nova fábrica da LG Display

Segundo a LG, os painéis produzidos na nova planta serão usadas em telas de 48 a 77 polegadas. Em outras palavras, serão usadas para TVs OLED.

Apesar do nome, a LG Display fornece painéis OLED para diversas outras empresas que possuem TVs no seu portfólio. Entre elas estão grandes nomes, como Sony, Panasonic e Toshiba. Já entre as menos conhecidas (pelo menos aqui no Brasil) estão Vizio, Hisense e Bang & Olufsen.

TV OLED da LG
LG Display dobra apostas em TVs OLED

O anúncio desta nova planta da LG Display ocorreu num contexto oportuno. Isso porque, em paralelo ao anúncio da empresa, sua concorrente Samsung Display também desvia atenção dos painéis LCD, que a maioria das TVs usam atualmente.

Em janeiro deste ano, a LG Display anunciou que iria encerrar a produção de painéis LCD para TVs na sua fábrica na Coreia do Sul. Dois meses depois, a Samsung Display anunciou que ia encerrar a produção de displays LCD na Coreia do Sul e na China.

A expectativa da LG Display é que em 2021 a produção de painéis OLED componha 50% da sua receita. Em 2018, a produção desses painéis representava 30% das receitas da empresa.

Já as expectativas da Samsung Display estão voltadas à tecnologia de pontos quânticos, que já integra a linha de TVs QLED 8K lançada neste ano. A empresa espera que no futuro painéis OLED sejam implementados à linha de TVS, que atualmente trazem uma camada LCD no seu display.

TVs OLED: mais de 10 milhões vendidas no mundo

No final de abril deste ano, uma pesquisa mostrou que as TVs OLED ultrapassaram a marca de 10 milhões de unidades vendidas no mundo. A pesquisa que registrou esse número foi realizada pela Omdia, marca global no segmento de análise de mercado.

Este número de televisores vendidos ocorre apenas sete anos depois dos primeiros modelos OLED chegarem ao mercado, indicando que esta é oficialmente a próxima geração de TVs.

Os dados mostram que, desde o início da produção em escala comercial, a venda de TVs com tela OLED vem crescendo a cada ano. Em 2013, quando se iniciou as vendas desses produtos, apenas 35 mil unidades foram vendidas no mundo todo. Mas, em 2017, este número já era de 1,7 milhão de unidades, passou para 2,9 milhões em 2018 e finalizou 2019 com 3,3 milhões de unidades vendidas.

Painel OLED da LG Display
LG Display fornece painéis OLED para 19 marcas

Estas cifras representam que cerca de 11% de todas as TVs vendidas no mundo em 2019 foram do tipo OLED, e a Omdia estima que esta tecnologia representará cerca de 25% de todos os aparelhos vendidos até 2025.

Quem mais ganha com isso (literalmente) é a LG. Isso porque as 19 marcas que fabricam TVs OLED atualmente possuem um único fornecedor de telas para seus aparelhos: a LG Display.

De acordo com Igor Krauniski, gerente geral de produtos televisores da LG Electronics no Brasil, o marco alcançado pelos televisores OLED serve para reforçar o pioneirismo da marca e constante busca da empresa por inovação.

Fonte: The Verge

2 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Cancelar resposta