Evento Intel Day apresenta soluções para empresas brasileiras em 2020

Intel
Em evento especial realizado em São Paulo, o Intel Day convidou jornalistas para falar sobre futuro da tecnologia e soluções para empresas brasileiras em 2020

A Intel apresentou nesta semana os principais lançamentos e expectativas para o ano de 2020. Em um evento chamado de Intel Day, com a participação da imprensa, a companhia norte-americana ressaltou as principais tendências para a próxima década, como: coisas autônomas, big data, blockchain, smart spaces, computação quântica, desenvolvimento impulsionado por Inteligência Artificial (IA) e digital twins

Para o mercado brasileiro, a Intel inicia os trabalhos de 2020 investindo em áreas abrangentes. São elas: Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, computadores pessoais (PCs), computação em nuvem e no mercado gamer, que vem crescendo exponencialmente. “A nossa missão é resolver os grandes problemas do mundo através da tecnologia”, destaca Gisselle Ruiz Lanza, diretora-geral da Intel no Brasil, durante o Intel Day.

No evento, a Intel apresentou os desafios do ano e apresentou o seus objetivos de focar em dados, com hardware e software. Também houve a apresentação de alguns parceiros de áreas variadas para mostrar, na prática, como a tecnologia tem apresentado benefícios para o dia a dia.

Gisselle Ruiz Lanza, diretora-geral da Intel no Brasil
Gisselle Ruiz Lanza, diretora-geral da Intel no Brasil

Tecnologia na prática

InovaIncor: o hospital do futuro

Guilherme Rabello, Gerente Comercial e de Inteligência de Mercado do hospital público InovaIncor, revelou como os hospitais podem adotar inovações tecnológicas usando, por exemplo, painéis digitais com dados, UTIs digitais integradas, treinamento de equipes com uso de tecnologias de realidade virtual e outros. 

Sala de cirurgia com equipamento médico
InovaIncor já conta com soluções Intel para criar o “hospital do futuro”

O InCor – Instituto do Coração também anunciou durante o Intel Day que irá incorporar novas tecnologias digitais, que serão integradas em sua estrutura atual. Para isso, eles vão revisar toda a experiência hospitalar, levando em consideração o fluxo de trabalho de equipe, a assistência clínica e o atendimento ao paciente. As inovações apresentadas irão cobrir todas as áreas do hospital: UTIs, salas de familiares, enfermaria, dentre outros. 

A Intel, a InCor e a Fundação Zerbini irão usar um espaço de um dos andares do hospital para dar início às inovações que ajudarão tanto os profissionais como os pacientes. Eles vão testar tecnologias de processamento de dados sem fio para aprimorar o fluxo de trabalho.

Eles também estão trabalhando em uma solução exclusiva para uma aplicação de Desidentificação Automatizada de Imagens Médicas (AMIDI).

Mobilidade Urbana com a Seebot

Imagem de uma semáforo inteligente criado por uma parceria da Intel
A empresa Seebot foi responsável pela criação de um semáforo inteligente

A modernização da mobilidade urbana é outro tema que vem sendo pautado com frequência em todo lugar do mundo. Para falar sobre assunto, o Intel Day contou com a participação da Seebot – uma empresa de mobilidade urbana. Eles apresentaram o Agent, um semáforo inteligente que entende o trânsito e atua de maneira autônoma. 

A abertura e fechamento do semáforo é dinâmica, baseada nos índices de quantidade de automóveis e pedestres, velocidade média e ocupação das vias. Assim, em vez de trabalhar no “modo automático”, como os semáforos convencionais, o Agent ajuda na fluidez do trânsito.

O semáforo é feito em painel de LED com alto brilho. Ele tem capacidade para gravar (armazenar + transmitir) imagens do fluxo, gera dados em tempo real e detecta infrações de trânsito. Segundo informa a Seebot, o Agent está operando em três cidades do Paraná: Maringá, Apucarana e Ivaiporã. Também há em Campina Grande (PB). Na Argentina, a cidade de Río Tercero também recebeu o semáforo inteligente.

“Com o Agent, conseguimos reduzir em 49% a espera de tempo em uma rua”.

Aleksandro Montanha, representante da Seebot no Intel Day. 

Para colocar o Agent em outras regiões do Brasil, a empresa está buscando parceria público-privado. 

Laurenti: automação para diversos segmentos do varejo

armários eletrônicos da Laurenti
Armários eletrônicos

A Laurenti, uma companhia de automação, aproveitou o evento para mostrar como a parceria com a Intel foi fundamental no desenvolvimento dos sistemas “smart locker” – os armários eletrônicos – para ajudar empresas varejistas a distribuir mercadorias, liberando aos consumidores.

Entre as principais vantagens dos armários eletrônicos está a possibilidade de receber produtos mesmo quando não há ninguém em casa ou em situações onde não há porteiro no condomínio. Com isso, a inovação gera menos desgaste em toda a cadeia, reduzindo o tempo de entrega, custo e facilita também a logística reversa (devolução do produto), quando necessário. 

A companhia utiliza os processadores Intel que permitem mais eficiência no processamento de informações, bem como na coleta de dados para atender assertivamente seus clientes.

Conforme explicou Luis Fernando Laurenti, CEO da Laurenti, os armários eletrônicos atendem às necessidades do varejo por ser omnichannel e facilita todo o processo de logística em e-commerces. Atualmente, a Laurenti já atende empresas como Nestlé, HP e Boxit

Intel e a Internet das Coisas (IoT)

Imagem de uma cidade conectada via internet
Internet das Coisas é uma das prioridades da Intel em 2020

De volta às soluções Intel, a companhia ponderou seus esforços na área de Internet das Coisas (IoT). Eles possuem seis diferentes processadores – Atom, Core, Xeon, Movidius, Stratix e Arria – criados para atender às necessidades do varejo, da indústria, saúde, educação, setor automotivo, serviços financeiros, setor público, transportes e segurança.   

Um ponto destacado no Intel Day foi o uso da plataforma própria OpenVINO, um toolkit open source de visão computacional, para melhorar consideravelmente a performance de sistemas de redes neurais e em reconhecimento de imagem, sem a necessidade de mexer no hardware.

No Brasil, a Laurenti é uma das parceiras a usar o OpenVINO. “Estamos trabalhando para trazer mais tecnologia ao locker utilizando reconhecimento facial e outros analíticos com OpenVino”, ressaltou a empresa.

Para ajudar as empresas brasileiras com a adoção da Internet das Coisas, a gigante dos processadores criou o “Intel IoT Market Ready Solution”, que presta assistência com soluções completas para que essas companhias possam trabalhar com tecnologias contemporâneas como, rede 5G, cloud e Inteligência Artificial. Segundo a Intel, 110 países já têm implantações Market Ready Solution.

PC ainda é prioridade

Ricardo Ferraz, Líder da área de PCs Intel Brasil
Ricardo Ferraz, líder da área de PCs Intel Brasil

Ainda durante o Intel Day, foi destacado todo o trabalho em computação pessoal, que ainda é prioridade para a companhia. Hoje, a Intel atua com fabricantes de desktops e notebooks para atender todas as demandas de um mundo que depende ainda mais de velocidade e mobilidade. 

“Os PCs continuam sendo uma área de extrema importância para a Intel. Os novos PCs com Intel estão sempre prontos para uso, ligando de forma imediata e sempre conectados à internet”.

Ricardo Ferraz, Líder da área de PCs Intel Brasil. 

Após um ano do Project Athena, já são quase 30 produtos desenvolvidos com a nova filosofia Intel em todo o mundo, sendo três deles comercializados no Brasil. O Project Athena atua em três pilares (Foco, Sempre Pronto e Adaptável) que abrigam seis destaques: Pronto para uso antes de você; Desempenho e capacidade de resposta; Inteligência Adaptável; Duração de bateria para um dia de trabalho; Sempre rápido e conexão estável; e Design e Interação. 

Tecnologia Sustentável e representatividade

Barbara Toledo, Gerente de Marketing e Líder Women@Intel
Bárbara Toledo, Gerente de Marketing e Líder [email protected]

Por fim, o Intel Day abordou com os convidados as aplicações de responsabilidade corporativa dentro e fora da empresa. Eles destacam seus nove anos seguidos como uma das corporações mais éticas do mundo, atuação em 100% com energia verde e mais de 1,5 milhões de horas doadas por voluntários da Intel no ano de 2018. 

No Brasil, ela já trabalha com parceiros para fomentar ações que destacam as mulheres e, recentemente, passou a participar de grupos de discussão LGBT+, bem como fez a assinatura do Fórum de Empresas e Direitos LGBT+.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Cancelar resposta