Instagram está em 81% dos celulares brasileiros, ultrapassando o Facebook Messenger

Instagram supera facebook messenger
O Instagram cresceu 8% em relação ao ano passado, marcando presença em 81% dos celulares brasileiros e passando o Messenger pela primeira vez

Pela primeira vez desde o seu lançamento no Brasil há 10 anos, o Instagram superou o Facebook Messenger e marca presença em 81% dos smartphones brasileiros, se tornando o terceiro aplicativo mais popular no País, atrás apenas do WhatsApp e do próprio Facebook. Enquanto a rede social de compartilhamento de fotos e vídeos cresceu 8% em comparação a 2019, o aplicativo de mensagens não apresentou flutuações, permanecendo em 79% dos celulares. Outro destaque é o Telegram, que cresceu 16% em relação ao último ano.

Em relação ao uso corporativo das redes, o Instagram também supera o Messenger e o Telegram, mas ainda fica atrás do WhastApp, com 72% dos usuários utilizando o Direct para se comunicar com marcas e empresas. Além disso, a rede social também é a preferida do brasileiro para a publicação de stories, com 70% dos usuários ativos mensais publicando esse tipo de conteúdo, contra 45% no WhatsApp e 41% no Facebook Messenger. Os dados são da Panorama de Mensageria de Agosto 2020, pesquisa realizada pelo Mobile Time e pela Opinion Box com mais de 2.046 participantes.

Em relação à frequência de uso, o WhatsApp segue na liderança, com 99% dos participantes afirmando utilizar o aplicativo todos ou quase todos os dias. O Instagram vem em segundo lugar, com 83%, seguido pelo Facebook Messenger, com apenas 59% concordando usar a plataforma nesta frequência (outros 13% disseram que não, ou quase não, utilizam a rede social).

Uso do WhatsApp no Brasil

Além do crescente sucesso do Instagram, o WhatsApp também conseguiu expandir ainda mais a sua popularidade no País durante a pandemia do coronavírus. O aplicativo se manteve instalado em 99% dos smartphones, mas houve um aumento significativo na troca de vídeos e realização de vídeochamadas.

A proporção de usuários ativos mensais que compartilham esse tipo de mídia pelo app passou de 67% para 76% em seis meses, enquanto a quantidade que realiza videochamadas subiu de 55% para 63%. O uso do WhatsApp para chamadas de voz também aumentou, passando de 67% para 70% em seis meses, com 42% destes realizando ligações quase todos os dias.

Além do instagram, a popularidade do whatsapp aumentou na pandemia
A popularidade do WhatsApp aumentou na pandemia, principalmente os serviços de chamadas e compartilhamento de vídeos

Em junho, a rede social anunciou que lançaria o seu serviço de pagamentos em parceria com Cielo, Visa, Mastercard, Banco do Brasil, Nubank e Sicredi. A iniciativa foi suspensa temporariamente por ordem do Banco Central, mas dois a cada três usuários afirmaram aprovar o novo serviço.

Outro ponto também levantando pela pesquisa foi a preocupação com a propagação de fake news. A maioria dos usuários brasileiros da rede social (88%) afirma que já recebeu notícias falsas no aplicativo e um em cada três admite já ter compartilhado notícias sem checar se eram verdadeiras. Neste aspecto, a proporção cresce conforme a idade: na faixa de 16 a 29 anos, apenas 29% reconhecem ter feito isso, enquanto na faixa de 30 a 49 anos, são 34%. Já entre aqueles com 50 anos ou mais, o percentual é de 44%. No entanto, 76% dos brasileiros que utilizam a rede social concordam que o aplicativo deveria entregar para a Justiça os dados de quem compartilha notícias falsas.

Fonte: Panorama de Mensageria de Agosto 2020, Deposit Photos

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário