IBM anuncia Watson AIOps com foco em automação em infraestrutura de rede

Demonstração do Watson AIOps pela IBM
IBM lança nova solução de IA, a IBM Watson AIOps, projetada para ajudar CIOs a automatizar operações de TI na IBM Think Digital Experience 2020

Hoje, durante o segundo dia de sua conferência anual IBM Think Digital Experience, a IBM anunciou o lançamento do Watson AIOps, um serviço que utiliza a IA para automatizar a detecção, diagnóstico e correção em tempo real de anomalias de rede. A novidade foi feita em palestra gerenciada por Rob Thomas, que, de quebra, firma parceria com Slack e Box e tem como principal objetivo minimizar gastos.

Com o lema “IA para negócios é diferente do uso de IA para consumo”, o Watson AIOps marca a incursão da IBM no gigantesco mercado de AIOps, que deve crescer de US$2,55 bilhões em 2018 para US$ 11,02 bilhões até 2023. Essa pode ser uma projeção conservadora à luz da pandemia, que está forçando as equipes de TI a conduzir cada vez mais seu trabalho remotamente.

Em vez de acesso à infraestrutura, ferramentas como o Watson AIOps podem ajudar a evitar grandes interrupções e prejuízos, calculado em torno de US$ 260.000 dólares por hora (aproximadamente R$ 1.476.800,00 de acordo com a cotação atual).

Diagnosticando com soluções Watson AIOps

Os desafios que enfrentam os CIOs (responsáveis pela tecnologia de informação da empresa) são mais complicados e críticos do que nunca, afinal esses líderes precisam ser criativos para ajudar seus negócios a se recuperar e reiniciar após uma pandemia global. Por esse motivo, a inserção do Watson AIOps é tão fundamental.

Isso porque ele permite que as organizações introduzam automação em nível de infraestrutura como um todo e foi projetado especialmente para prever e moldar os resultados futuros de maneira segura, assim como concentrar os recursos em trabalhos que sejam financeiramente mais rentáveis. De quebra, é ainda capaz de criar redes mais interativas e inteligentes que possam permanecer em funcionamento por muito mais tempo.

O Watson AIOps foi desenvolvido para rodar em ambientes de nuvem híbrida e trabalha em conjunto com plataformas voltadas para a otimização do ambiente de trabalho, como Slack e Box. Vale lembrar que outros fornecedores de soluções tradicionais de monitoramento de TI, como Mattermost e ServiceNow também fazem parte da lista de parcerias que a IBM conquistou em um primeiro momento.

Exemplo da IBM para Watch AIOps, a IBM também anuncia o Accelerator for Application Modernization with AI
Junto com o Watch AIOps, a IBM também anuncia o Accelerator for Application Modernization with AI

Além disso, como parte do processo de implementação do recurso no mercado, a IBM também está anunciando o Accelerator for Application Modernization with AI, projetado para ajudar os clientes a reduzir o esforço e os custos gerais associados à modernização de aplicativos e está disponível dentro do serviço de modernização em Nuvem da IBM.

Ainda possui uma série de ferramentas projetadas para otimizar a jornada de modernização da estrutura de ponta a ponta, garantindo a análise rápida e recomendações para várias opções de arquitetura e microsserviços. O acelerador utiliza aprendizado contínuo para se adaptar às práticas preferidas do cliente e permanece atualizado com a evolução da tecnologia e das plataformas.

“O que aprendemos de empresas em todo o mundo é que existem três fatores principais que determinarão o sucesso da IA nos negócios – linguagem, automação e confiança. A crise do COVID-19 e o aumento da demanda por recursos de trabalho remoto estão impulsionando a necessidade de automação da IA a uma taxa e ritmo sem precedentes. Com a automação, estamos capacitando os CIOs da próxima geração e suas equipes a priorizar o trabalho crucial das empresas digitais atuais – gerenciando e dados de mineração para aplicar insights preditivos que ajudam a gerar resultados comerciais mais impactantes e menor custo”.

Rob Thomas, vice-presidente sênior de nuvem e plataforma de dados da IBM

Foco na automatização

Além da automatização das operações de TI, a IBM anunciou outros novos recursos e atualizações feitas para ajudar os CIOs a operar neste novo ambiente em plataformas já conhecidas:

IBM Cloud Pak for Data

Exemplo da IBM para a Cloud Pak for Data
IBM Cloud Pak for Data é uma das plataformas que ganharam atualizações

A plataforma de dados e IA integrada da IBM foi atualizada com uma série de novos recursos para automatizar o acesso a dados críticos e prontos para negócios. Foram adicionados à plataforma extensões como IBM Planning Analytics, criado para os usuários poderem automatizar o planejamento, orçamento e projeções de negócios; e recursos de DataOps, como o IBM InfoSphere Master Data Connect, que permite aos usuários acessar implantações de MDM em ambientes locais.

IBM Cloud Pak for Automation

Exemplo da IBM para IBM Cloud Pak for Automation
Voltada para desenhar, construir e rodar apps de automação, a IBM Cloud Pak for Automation também foi atualizada

 software da IBM que tem como principal objetivo desenhar, construir e rodar apps de automação, ganhou atualização que permite aos clientes criar facilmente soluções de automação dos chamados trabalhadores digitais.

Os novos recursos podem ajudar a simplificar como as organizações digitalizam as habilidades de automação, como captura de dados, automação de tarefas e roteamento de negócios

IBM Watson Assistant

Exemplo da IBM para a plataforma Watson Virtual Assistant
Voltada para a automatização de call centers, a IBM Watson Assistant é um assistente virtual

Mais conhecida como a a plataforma de conversação baseada em IA da IBM, agora foi atualizada para ajudar a automatizar as interações mais complexas e que exigem mais conhecimento. O Watson Assistant agora possui uma interface pré-criada para o usuário que não requer esforço de desenvolvimento para implementar e foi projetada com as melhores práticas baseadas na experiência do usuário, diz a IBM.

A IBM ainda revelou que um novo recurso chamado self-learning (autoaprendizagem, em tradução literal) atualmente em desenvolvimento, está com lançamento previsto para os próximos meses. Ele aprenderá com o comportamento passado do cliente para fornecer as melhores e mais relevantes respostas às novas perguntas sobre o mesmo tópico.

Assim como os agentes humanos melhoram com o tempo, aprendendo com as interações com os clientes, o aprendizado automático agora oferece recursos semelhantes para o assistente virtual.

Fonte: IBM

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário