IBM Think 2019: Os caminhos da transformação digital na América Latina

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Durante sua conferência anual, IBM falou sobre suas conquistas e planos para os próximos anos

Todo ano, durante a IBM Think 2019, a IBM sobe ao palco para comentar sobre suas conquistas do ano anterior e seus planos para o futuro. A mediadora da palestra, este ano, foi Ana Paula Assis, gerente-geral da IBM América Latina – e primeira executiva feminina a liderar as operações da empresa na região.

A ideia da companhia à longo e curto prazos é transformar a América Latina em um centro de excelência em tecnologias como cloud e inteligência artificial. Em 2018, segundo a Ana Paula, a IBM expandiu ainda mais sua área de atuação pela América do Sul, instalando centro de inovação na Colômbia, além de um centro de segurança digital no México, por exemplo. Graças, também, a grande taxa de efetivação do uso do Blockchain no Brasil e Argentina, os cases já estão se acumulando.

Ana Paula Assis, gerente-geral de Operações da IBM
Ana Paula Assis, gerente-geral da IBM América Latina e primeira mulher a liderar as operações no continente.

“Reinvenção digital” na América Latina é uma das metas para os próximos anos

Países como Chile e Brasil estão na mira da IBM para os próximos anos. A empresa americana pretende instalar um governo 100% digital no país chileno; já no Brasil, a companhia está desenvolvendo diversas ações voltadas para digitalizar o sistema legal.

Já para este ano, a companhia espera um “crescimento exponencial” na América Latina, acelerando indústrias tradicionais em processo de digitalização de suas plataformas; aumentando a produtividade em setores importantes como agricultura; proporcionando a interação de sistemas e processos; e, um dos mais importantes, re-especializar os profissionais das empresas para que consigam lidar com as novas atividades do mercado.

“Toda companhia é uma empresa de dados digitais. Os vencedores serão aqueles que consigam incluir responsabilidade ética através da garantia de segurança na proteção e uso dos dados, ganhando a confiança dos consumidores”, comenta Ana Paula.

IBM Think 2019 : América do Sul é alvo de "reinvenção digital"
IBM Think 2019 : América do Sul é alvo de “reinvenção digital” pela IBM

O próximo capítulo em Inteligência Artificial (IA)

Em seus eventos, a IBM sempre busca trazer inovação quando se trata de Inteligência Artificial. Um dos cases que foi comentado na palestra diz respeito à introdução da inteligência artificial aos sistemas bancários – pra quem não sabe, ela participou ativamente em parceria com o banco Bradesco no desenvolvimento da BIA (sigla para Bradesco Inteligência Artificial), a IA responsável por atender e responder os clientes do banco. Quem subiu ao palco para falar sobre o tema foi o diretor de Soluções Cognitivas da IBM, Guilherme Novaes, e o gerente de Desenvolvimento e Pesquisa do Bradesco, Henrique Albuquerque.

Uma das melhores possibilidades de um sistema de bate-papo com a inteligência artificial da BIA, segundo Henrique, foi a geração de uma nova demanda de entrega de informações aos clientes através de plataformas como site e aplicativos desenvolvidos na parceria – isso resultou em diminuição do tempo de espera, auxílio a gerentes e funcionários do banco na solução de problemas e dúvidas sobre serviços e produtos, entre muitas outras facilidades.

“Enxergamos as interações de humanos com sistemas de inteligência artificial como o futuro do relacionamento banco-cliente, agilizando a comunicação com o cliente e tornando mais eficientes os sistemas do banco”, afirma o gerente.

IBM Think 2019
Da esquerda para direita, Guilherme Novaes e Henrique Albuquerque comentam as possibilidades da IA

Outro importante passo da companhia relacionado a inteligência artificial está ligado diretamente ao Brasil. Líder global em patentes no campo de IA, o diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da IBM Brasil, Ulisses Mello, subiu ao palco para comentar sobre outro grande marco: a criação de um centro de Inteligência Artificial no Brasil, em parceria com a FAPESP;


“Em um projeto de 10 anos e que soma mais de 10 milhões de dólares em investimentos, a IBM e FAPESP estão desenvolvendo em conjunto um centro de AI dedicado a expandir estas tecnologias para setores estratégicos como agricultura, finanças e saúde”, comenta Ulisses.

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Novo centro de IA no Brasil será dedicado a expandir as tecnologias para setores como agricultura, finanças e saúde

A parceria foi firmada através do IBM IA Horizon Network (IAHN), uma iniciativa que tem intuito principal promover a integração entre as Universidades e pesquisadores da internos para acelerar a aplicação de Inteligência Artificial em diversas vertentes. O centro de Inteligência Artificial brasileiro será o segundo maior do mundo, fora dos Estados Unidos, ficando atrás apenas da instalação na Índia. Fizemos uma matéria completa sobre esta parceria e você pode conferir aqui.

Futuro dos alimentos (e da saúde)

Outro assunto que foi bastante pautado na conferência deste ano diz respeito à atuação da IBM no futuro dos alimentos e na saúde – você pode conferir no Showmetech as cinco inovações tecnológicas que mudarão o mundo até 2024, segundo a IBM -, onde o foco deste ano foi a segurança alimentar. Martin Hagelstrom, executivo de Blockchain da empresa, comentou na palestra que os projetos de Blockchain, LoT e Inteligência Artificial já estão ajudando fazendeiros, distribuidores e supermercados no aumento da produtividade e na redução do desperdício de alimentos.

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Hagelstrom afirma que tecnologias da IBM podem ajudar a diminuir o desperdício de comida e aumentar a produtividade das empresas

Martin afirma que na região já existem várias iniciativas nesta linha, e cita tecnologias como o IBM Agropad, tecnologia que permite a medição da qualidade do solo em fazendas (leia mais), e informes meteorológicos personalizados de temperatura e precipitação gerados pela companhia em regiões do mundo.

Vale também mencionar, entre as tecnologias que podem ajudar produtores, distribuidores, empresas, e até famílias, na prevenção de doenças causadas por bactérias em alimentos ou em outros objetos, o IBM Verifier, uma lente portátil para smartphone que analisa a veracidade de alimentos e objetos, identificando bactérias e outras informações. Para saber tudo sobre esta tecnologia, fizemos uma completa sobre a tecnologia.

Reinventando indústrias com serviços da IBM

A IBM também opera no auxílio de empresas no gerenciamento de dados de clientes. Segundo Natália de Greiff, vice-presidente de Serviços da IBM da América do Sul, a empresa vê o mercado de multi-vendor services crescer exponencialmente por oferecer as empresas assistência de inteligência artificial e armazenamento em nuvem de qualidade. Um exemplo dessa efetivação no mercado é o banco chinês ICBC, que tem bastante presença na Argentina. O banco vem tirando proveito dos serviços oferecidos pela IBM, reimaginando os serviços fornecidos ao cliente. Como o caso do Bradesco, com estas soluções de IA, o órgão financeiro tem mais capacidade de expansão de serviços e atendimento aos clientes.

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Com as soluções da IBM, canais como “home banking” se tornam mais eficientes

Uma nova era no armazenamento em nuvem

Visto a necessidade de proteger ainda mais os dados dos clientes, a IBM também direciona suas pesquisas para oferecer a máxima qualidade em segurança e gestão na nuvem. Ana Paula Assis afirma que clientes possuirão, em média, até dez provedores de nuvem simultâneos, e que é extremamente necessário soluções híbridas e que evitem o lock-in, algo que a IBM oferece.

O IBM Cloud Private (ICP) é um dos serviços oferecidos pela empresa nesse setor. Em um mundo onde os clientes compreendem a importância de administrar suas bases de dados, o serviço é uma grande plataforma que roda dentro da estrutura empresarial. Ela compreende mais de 300 plataformas em código-aberto de serviços na nuvem, garantindo a interação entre nuvens públicas e privadas, sem esquecer da modernização do ambiente, segurança e unificação de gestão. Outro diferencial é o período de implantação da nuvem do Cloud Private, já que é superior ao oferecido pela concorrência.

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Ana Paula Assis explica a necessidade do cliente possuir um serviço que ofereça soluções híbridas e que evitem o lock-in

Líder em soluções de segurança em serviços cloud, a companhia continua investindo pesado no setor para acompanhar o avanço das organizações criminosas em ciberataques pelo mundo. Álvaro Santa Maria, diretor de Security da IBM para América Latina, garante que as empresas que quiserem proteger os dados dos clientes e transações podem contar com a IBM para realizar o trabalho. Segundo ele, a empresa investiu recentemente mais de US$ 21 milhões na criação de um Centro de Operações de Segurança na Costa Rica, para aumentar ainda mais o nível de atuação na América Latina e atender à demanda do mercado.

Os rumos da IBM no Brasil

O Brasil não ficou de fora dos planos da IBM para os próximos anos. Além de ter fechado a parceria com a FAPESP, dois grupos fizeram com que a empresa crescesse de forma exponencial no último ano. O primeiro foi o crescimento  histórico em volume de negócios que a empresa possuiu; e o segundo grupo com mais participação dentro da empresa foram as pequenas e médias empresas, que passaram a adotar cada vez mais os serviços da companhia em suas estruturas.

Como dito, a IBM planeja fazer uma transformação digital no Brasil. Com soluções para a indústria local, a empresa aumentou o número de negócios com parceiros antigos, como também firmou novas parcerias para dentro da sua área. Outros segmentos que a empresa entrou, através dos seus ecossistemas, incluem Centros de esporte, clientes de varejos entre outros.

Tonny Martins, gerente-geral da IBM Brasil, a IBM aposta em duas estratégias principais de atuação aqui no país. A primeira delas é englobar a ajuda para transformar parceiros atuais, oferecendo plataformas de treinamento e outras formas de aproximação; e a segunda é incluir ofertas de múltiplos ecossistemas da IBM, tanto em serviços quanto em sinergia entre grandes e pequenos parceiros.

IBM Think 2019: Os Caminhos da Transformação Digital na América Latina
Tonny Martins, gerente-geral da IBM Brasil

“Nossa visão sobre inteligência artificial vai muito além do chatbot”, afirma o gerente-geral. Hoje o Watson Anywhere já atua auxiliando em serviços como agendamento (Poupa Tempo de São Paulo), Inteligência artificial em bancos (BIA / Bradesco), consultas hospitalares e até avaliações acadêmicas (Saint Paul Business School)”, comenta Tonny.

O executivo espera que o ano de 2019 seja um ano de ouro para empresa. Vendo tantos casos concretos de sucesso envolvendo as soluções de tecnologia da IBM, Tonny acredita que tanto governo como clientes do setor privado devem buscar uma relação com a empresa este ano.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share via