Google lança projeto para incentivar startups de jornalismo no Brasil

google 1024x768 1
O projeto do Google dará para cada startup US$ 20 mil em investimentos, além de uma equipe multi-disciplinar para ajudar.
Anúncio
Samsung  campanha  Connected Living para promover conectividade de produtos  do lar

O Google anunciou na última quinta-feira (20) o lançamento de seu programa para acelerar startups de jornalismo no Brasil. O Google News Initiative Startups Lab vai selecionar empresas jornalísticas do mundo digital e que tenham um produto ativo, e o programa será hospedado no Campus for Startups do Google, localizado no bairro Paraíso, em São Paulo. É obrigatório que as empresas tenham sido criadas no Brasil.

“O objetivo do GNI Startup Lab é contribuir para a aceleração do ecossistema de notícias no ambiente digital, especialmente em mercados emergentes. O programa foi organizado em parceria com o Insper, uma das mais prestigiadas escolas de negócios, economia e engenharia da América Latina, e o Google for Startups Campus, em São Paulo. “

diz o comunicado

As inscrições já se iniciaram e vão até o dia 8 de março, enquanto as selecionadas serão divulgadas no dia 21 do mesmo mês. O programa em si será do dia 6 de abril a 3 de julho e para se candidatar, basta preencher o formulário disponível na página do programa: goo.gle/gnistaruplab.

“Nossa ideia é acolher de cinco a dez projetos, mas varia de acordo com o tamanho das equipes. Por conta dessa personalização é que não podemos abrigar mais projetos”

disse Fabiana Zanni, chefe de parcerias do Google News Initiative, área da empresa dedicada a pensar soluções para a imprensa.

Google News Initiative e apoio as startups

O Campus for Startups de São Paulo foi inaugurado pelo Google em 2016 (Foto: Reprodução)
O Campus for Startups de São Paulo foi inaugurado pelo Google em 2016 (Foto: Reprodução)

Cada empresa selecionada receberá US$ 20 mil em investimentos e, além da equipe do Google, o time de professores do Insper também participará das atividades.

As startups receberão mentoria, treinamento e workshops sobre tópicos como estratégia, produto, modelo de negócios, vendas e marketing, construção de comunidade e captação de recursos. Ao final do programa, as startups poderão também apresentar os negócios para uma banca de investidores.

“Entendemos que o Brasil tem um mercado interessante para entender como empreendedorismo e inovação podem ajudar o ecossistema de notícias. Nossa ideia é não só repassar conhecimento, mas também aprender com as empresas”

diz Fabiana, acrescentando que no futuro, o conhecimento gerado será replicado com a comunidade jornalística.

O GNI surgiu em 2018 e, como o nome sugere, é destinada a iniciativas que incluem desafios de inovação e laboratórios. A cidade de São Paulo é uma das sete do mundo a ter um espaço do Google para Startups, e seu Campus, aberto em 2016, já recebeu programas de aceleração para diversas startups que hoje em dia são bem famosas, como a Nubank.

Fontes: Estadão, Google

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário