Ginny Rometty se aposenta da IBM

Ginni Rometty presidente executiva da IBM deixará cargo em abril
Ginny Rometty deixa o o cargo de CEO da IBM, e ocupará o cargo de presidente do conselho executivo da companhia até sua aposentadoria, no final do ano

Esse é um ano de mudanças para a IBM. Após Ginni Rometty anunciar que estaria deixando o cargo de CEO da empresa e que iria se aposentar no final do ano, quem assume o papel é Arvind Krishna. A saída de Ginni marca o fim de uma carreira de 39 anos na IBM, dos quais 8 deles foram no cargo de CEO.

Apesar de deixar o cargo máximo, ela anunciou que vai permanecer como presidente do conselho executivo até o final do ano, que é quando ocorrerá sua aposentadoria de fato e então, quem toma seu lugar no cargo é Jim Whitehurst, atual CEO da Red Hat.

As escolhas certas

Antes de deixar tanto o cargo de CEO quanto de presidente executiva, Ginni afirmou que procurou deixar pessoas competentes e responsáveis em seu lugar. Segundo ela, tanto Krishna quanto Whitehurst se provaram líderes experientes e técnicos nos negócios.   

“Arvind expandiu os negócios de software cognitivo e em nuvem da IBM e liderou a maior aquisição na história da empresa. Ele está bem posicionado para liderar a empresa e seus clientes na nuvem e na era cognitiva.”

Sobre Jim Whitehurst, ela ainda afirmou:

“Jim também é um líder experiente que posicionou a Red Hat como fornecedora líder mundial de soluções e serviços de software de TI para empresas de código aberto e expandiu rapidamente o alcance e os benefícios dessa tecnologia para um público ainda mais amplo como parte da IBM”.

Fim de uma carreira na IBM

Ginni Rometty iniciou sua carreira na IBM em 1981 e se tornou a primeira CEO mulher da empresa
Ginni Rometty iniciou sua carreira na IBM em 1981 e se tornou a primeira CEO mulher da empresa

Virginia “Ginni” Rometty iniciou sua carreira na IBM em 1981, como uma analista de sistemas. Durante os 10 primeiros anos na empresa, seguiu com posições técnicas e foi defensora da integração com a PricewaterhouseCoopers, uma das gigantes do mercado de consultoria e auditoria da época. Na década seguinte, ela assumiu vários papéis de liderança dentro da companhia.

No Ano Novo de 2012, Ginni se tornou a 9ª CEO da IBM, assim como a primeira mulher a ocupar o cargo. Durante seu tempo de liderança, a empresa conseguiu muitas parcerias com outras companhias como Apple, SAP e Box, além de adquirir 65 empresas incluindo a Red Hat , adquirida no ano passado. Ela ficou conhecida por ter sido a responsável por reinventar cerca de metade do portfólio de produtos e serviços da empresa. Seus principais alvos eram os campos de computação em nuvem e de inteligência artificial.

Michael Eskew, diretor líder do conselho da IBM, afirma que:

“Ginni forneceu uma liderança extraordinária para a IBM, transformando substancialmente a empresa e inaugurando uma nova era da nuvem e do conhecimento. Ela adotou ações estratégicas ousadas para reposicionar a IBM no futuro, descartando negócios e aumentando novas unidades organicamente e por meio de aquisições, enquanto alcançava diversidade recorde de engajamento dos funcionários e definia o padrão do setor para ética em tecnologia responsável e administração de dados.”

Fonte: ItPro

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário