Faturamento da Apple cai no 4º trimestre, mas venda de iPads e MacBooks cresce

Faturamento da Apple cai
Apesar de registrar receitas acima do esperado, faturamento da Apple com iPhones apresentou uma queda de 20%

Na temporada de resultados financeiros, nesta quinta-feira (29) foi divulgado que o faturamento da Apple atingiu US$ 64,7 bilhões e o lucro por ação (LPA) foi de US$ 0,73. Os lucros da Apple superaram a previsão dos analistas. As expectativas do mercado apontavam que a empresa fecharia o trimestre com faturamento de US$ 63,70 bilhões e um LPA de US$ 0,71. 

O lucro líquido da Apple no quarto trimestre fiscal foi de US$ 12,67 bilhões, resultado inferior ao mesmo período de 2019 no qual a companhia atingiu US$ 13,686 bilhões. Além disso, houve uma queda de 20% no faturamento da Apple com o iPhone, em relação ao mesmo período do ano passado, caindo de US$ 33,36 bilhões para US$ 26,44 bilhões.

Vale ressaltar que o Q4 é referente aos resultados financeiros do último trimestre da Apple, corresponde aos meses de julho e setembro, e representa o encerramento do ano fiscal de 2020 da empresa.

Impacto da queda nas vendas do iPhone para o faturamento da Apple

faturamento da Apple no quarto trimestre 2020
Apple já registrava queda nas vendas do iPhone desde 2019

A queda nas vendas do iPhone já era esperado pela Apple. É importante lembrar que este ano a empresa acabou atrasando o lançamento do iPhone 12, que aconteceria em setembro. Por causa da pandemia, o novo smartphone acabou sendo lançado apenas em outubro.

Com isso, o lucro das vendas do novo iPhone vai aparecer nos resultados fiscais do Q1 2021, que corresponde aos meses de outubro a dezembro de 2020. O CEO da Apple não apresentou projeções de vendas para o iPhone 12, mas está otimista, sobretudo, com o fato dos novos aparelhos serem equipados com a tecnologia 5G.

“Apesar dos impactos contínuos do COVID-19, a Apple está no meio do período de lançamento de produto mais prolífico de todos os tempos, liderada por nosso primeiro iPhone habilitado para 5G lineup. Isso tem sido tremendamente positivo”

Tim Cook, CEO da Apple

De acordo com analistas, os lucros da Apple com as vendas do iPhone 12 devem melhorar no próximo trimestre, afinal o período inclui duas datas comemorativas que movimenta as vendas de eletrônicos, o Natal e a Black Friday.

Macs, iPads e wearables impulsionam as vendas

Enquanto a receita com a venda de celulares diminuiu, a Apple viu seu lucro aumentar com as vendas de MacBooks e iPads. Com a adoção do home office a receita com a venda dos Macs cresceu 29% em relação ao mesmo período de 2019. Já o faturamento com o iPad aumentou 46%. A empresa lucrou para US$ 9 bilhões com os Macs e US$ 6,8 bilhões com iPads.

Os resultados fiscais da empresa já apresentava uma queda nas vendas no iPhone desde 2019. No balanço anterior, os lucros da Apple com a venda de smartphones apresentava uma diminuição de 9%, em relação a 2018, enquanto o segmento de wearables e serviços apresentavam bom desempenho financeiro.

No segmento de serviços, que inclui as vendas da App Store e as assinaturas do iCloud, Apple Arcade, Apple TV, entre outros, a alta foi de 16%, atingindo US$ 14,5 bilhões. Já o setor de wearables e acessórios, que inclui Apple Watch, AirPods, HomePod, cabos, etc, a empresa faturou US$ 7,9 bilhões. 

Fonte: Venture Beat

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário