Magazine Luiza compra Estante Virtual por R$ 31 milhões

estantemagalu
A venda da Estante Virtual para a Magazine Luiza já era esperada desde dezembro de 2019, quando a transação foi aprovada pelo CADE

O Magazine Luiza enviou uma nota aos investidos na última segunda-feira (17) revelando que adquiriu a plataforma de livros Estante Virtual, pertencente à Livraria Cultura desde 2017. O valor da aquisição foi de R$ 31 milhões.

A integração da Estante Virtual ao Magazine Luiza ocorrerá em etapas, sendo cada uma delas previamente avisada aos usuários do marketplace de livros. Os clientes poderão optar pela retirada do produto em qualquer uma das 1.100 lojas do Magazine Luiza, em até 48 horas e sem a cobrança de frete.

“A aquisição reforça a estratégia do Magalu de crescimento em novas categorias e aumento da frequência de compra”

diz o comunicado oficial

O Magazine Luiza arrematou a Estante Virtual durante um leilão feito em São Paulo, como parte da recuperação judicial da Livraria Cultura, e o negócio terá de 5 a 20 dias para ser oficialmente fechado. O Conselho de Defesa da Concorrência (CADE) já tinha aprovado em dezembro uma eventual compra da Estante Virtual pelo Magalu.

A venda ocorreu devido à crise das livrarias, que custou à Livraria Cultura uma dívida de 285 milhões de reais.

Estante Virtual – Um pouco de história

A Estante Virtual conta atualmente com um acervo de 16 milhões de livros e, ao longo de sua história, vendeu mais de 23 milhões (Foto: Estante Virtual / Divulgação)
A Estante Virtual conta atualmente com um acervo de 16 milhões de livros, e ao longo de sua história vendeu mais de 23 milhões (Foto: Estante Virtual / Divulgação)

A Estante Virtual foi fundada em 2005 por André Garcia, vendendo mais de 23 milhões de livros desde sua fundação, entre novos e usados, com uma média de 10 mil livros vendidos diariamente.

Seu modelo de negócio é semelhante aos sebos de livros, em uma plataforma completamente virtual. A empresa ficou famosa por dar oportunidade às pessoas adquirirem livros raros e esgotados com preços mais acessíveis, quando comparados às livrarias tradicionais.

Os leitores podem procurar informações nas mais diversas categorias, como autoria, título, editora, descrição, gênero literário, ano, estado de conservação, preço e dados do vendedor. Em março de 2019, o site ficou entre os 300 mais acessados do Brasil.

Até então, a responsabilidade da entrega de livros era exclusivamente dos vendedores. Com a aquisição do Magazine Luiza, os parceiros próprios farão as entregas nas lojas espalhadas pelo Brasil através da modalidade conhecida como “Retira Loja”, que conta com frete gratuito ou mais barato e entrega rápida.

Atualmente o Magazine Luiza está presente em cerca de 780 cidades, das quais 300 não têm livrarias. Vale dizer que o Magalu iniciou o investimento nessa categoria em 2019, querendo se tornar referência.

E você? Qual sua opinião sobre a aquisição da Estante Virtual pelo Magazine Luíza? Diga nos comentários!

Fontes: Exame, Investimentos e Notícias, PublishNews

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário