Essential Products, startup do “pai do Android”, anuncia seu fim

Andy Rubin se afastou da Essential Products ainda em 2017 quando o caso veio a tona
A Essential Products, uma startup iniciada por Andy Rubin, anunciou que está encerrando suas atividades

A Essential Products, uma startup liderada pelo cofundador do Android e ex executivo do Google Andy Rubin, anunciou que está fechando as portas. Há dois anos a empresa conseguiu angariar US$330 milhões de dólares e lançou o seu único smartphone, mas desde então as coisas pareceram ir de mal a pior, resultando no seu fim. O anúncio foi postado no blog da empresa mas não teve nenhuma menção ao nome de Andy.

O fim da Essential Products

Quando foi anunciada, a Essential foi motivo de muitas atenções e levantou um hype positivo na indústria de tecnologia, principalmente por estar sendo liderada por Andy Rubin e todo o seu trabalho no Google, também conhecido como “pai do Android”. Muitas pessoas acreditavam que Andy seria o responsável por novidades na indústria e aparelhos diferenciados.

Entretanto, Andy acabou se tornando alvo de reações negativas desde que as alegações de má conduta sexual durante o seu tempo no Google se tornaram públicas. Apesar de negar essas acusações, Andy decidiu se afastar um tempo da Essential Products quando o assunto veio a tona.

Andy Rubin se afastou da Essential Products ainda em 2017 quando o caso veio a tona
Andy Rubin se afastou da Essential Products ainda em 2017 quando o caso veio a tona

Além disso, o único smartphone vendido pela empresa, o Essential PH-1 acabou se tornando um fracasso de vendas. Embora viesse com uma tela incrível, ele oferecia um conjunto de câmeras mediano, o que não agradou os usuários e consumidores.

Tentativas frustradas

Enquanto eles se esforçavam nas vendas, a Essential Products prometeu mais produtos como um alto falante inteligente e acessórios modulares para smartphones. Ano passado, Andy começou a falar sobre a produção de um novo smartphone, que estava sendo conhecido sob o codinome de “Project GEM” e tinha um formato novo com uma tela bastante esticada, lembrando um controle remoto.

O smartphone Project Gem lembrava um controle remoto e interface remetia ao Windows Phone
O smartphone Project Gem lembrava um controle remoto e interface remetia ao Windows Phone

Porém, a Essential Products já anunciou que fez o que conseguiu com o novo aparelho e levou até onde poderiam, mas infelizmente ele ainda não está pronto para ser comercializado. E nem ficará.

“Apesar dos nossos melhores esforços, agora levamos o GEM o mais longe possível e, infelizmente, não temos um caminho claro para entregá-la aos clientes. Diante disso, tomamos a difícil decisão de interromper as operações e encerrar a Essential.”

Quanto ao PH-1, eles anunciaram que a última atualização de segurança foi a que eles lançaram no dia 03 de fevereiro.

“Como parte do encerramento da empresa, a atualização de segurança do PH-1 lançada em 3 de fevereiro é a última atualização da equipe de software Essential. Seu PH-1 continuará funcionando, mas não forneceremos atualizações adicionais ou suporte ao cliente.”

O fim da Essential Products também marca o fim do aplicativo Newton, um app de e-mail que a empresa adquiriu ainda em 2019. Os serviços do programa serão interrompidos no final de abril.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário