Como a Samsung pode tomar o mercado da Huawei após polêmica com os EUA

Como a Samsung tem a ganhar com polemica da Huawei
A Samsung tem muito a ganhar com a entrada da Huawei na lista negra dos Estados Unidos; entenda

A Samsung, segunda maior fabricante de smartphones em número de vendas dos Estados Unidos, pode ver com bons olhos as medidas que o governo americano tomou contra a Huawei, ao considerá-la perigosa para o país.

Após Donald Trump colocar a Huawei na lista negra como “adversária estrangeira”, diversas empresas americanas como Foxconn e Qualcomm, cortaram relações diretas com ela. Essa atitude também impactou o mercado Chinês, que estava às vésperas do lançamento da tecnologia 5G em seu país.

A situação da Huawei acabou piorando quando teve sua licença de desenvolvimento do Android cortada pelo Google, deixando-a apenas com a sua versão standard do Android. Mesmo que Huawei tenha garantido updates em seus smartphones até meados de agosto, isso a coloca atrás de empresas como Samsung, que tem acesso às licenças de desenvolvimento para poderem utilizar de forma mais abrangente todo potencial do sistema operacional.

“Estamos cumprindo a ordem e analisando as implicações. Para os usuários dos nossos serviços, o Google Play e as proteções de segurança do Google Play Protect continuarão funcionando nos dispositivos Huawei existentes.”

Comunicado oficial do Google

Impacto grande no mercado

Anúncio do Samsung Galaxy Fold
Anúncio do Samsung Galaxy Fold

Com diversas empresas encerrando suas relações comerciais com a Huawei, a empresa se vê na necessidade de tomar novas medidas perante o mercado internacional e nacional chinês.

Em termos de desenvolvimento, versões standard não permitem inovações, pois somente o código open source poderá ser alterado. Muitas funcionalidades do Android, no entanto, não poderão ser alteradas, e isso faz com que a empresa perca ramos de desenvolvimento em suas tecnologias associadas ao Android.

“A Huawei fez contribuições substanciais para o desenvolvimento e crescimento do Android em todo o mundo. Como um dos principais parceiros globais do Android, trabalhamos de perto com sua plataforma de código aberto para desenvolver um ecossistema que beneficiou tanto os usuários quanto a indústria”.

Porta-voz da Huawei em um comunicado enviado por email

Em termos práticos, a Huawei está com uma nova linha de smartphones e tablets no mercado, e alguns de seus aparelhos podem ser descontinuados por conta dos entraves. O P30 e o P30 Pro, lançamentos recentes da empresa, não estão proibidos de serem comercializados em solo americano, entretanto.

A maior dúvida, no entanto, está sendo com a linha Honor, e isso inclui o Honor 20 Lite. Ao que tudo indica, a linha Honor pode ser afetada nesse processo de cortes e entraves, mas não se sabe ao certo.

Samsung continua líder, mas possui problemas

Samsung
Samsung Galaxy Fold sofre problemas com tela em seu lançamento

Desde a fundação da Huawei, a empresa sempre almejou alcançar os maiores índices de vendas. Por anos, a Samsung mantém-se entre os primeiros lugares no mercado de smartphones dos Estados Unidos, seguido de perto da Huawei, que teve um crescimento expressivo nos últimos anos.

A Huawei sempre focou seu ponto em inovar as tecnologias do mercado. A Samsung largou atrás da empresa, já que seu último modelo, o P30 Pro, trouxe inovações mais significativas nas câmeras em relação à linha Galaxy S10, por exemplo.

Entretanto, não é que a situação da Samsung recentemente esteja muito boa. A empresa viu o seu produto mais inovador, o Galaxy Fold, apresentar problemas nas suas unidades para jornalistas, o que atrasou o lançamento do dobrável sem data de previsão.

Como a Samsung pode tomar o mercado da Huawei após polêmica com os EUA 7
O Hauwei Mate X é competidor direto do Galaxy Fold

Os impactos resultantes dessas medidas do governo americano de retirar Huawei do jogo vão prejudicar a capacidade da marca de vender celulares não só nos Estados Unidos, como também na China e Europa, onde possui uma parcela maior de vendas. Isso dá à Samsung a chance de sustentar sua posição nos países e continentes afetados pela proposição do governo.

A Samsung também pode se beneficiar desse afastamento, pois provavelmente a Huawei precisará atrasar o lançamento do Mate X, competidor direto do Galaxy Fold. Nesse meio, a nova versão do Android, chamada Android Q 10, terá suporte às tecnologias dobráveis, mas não se sabe ao certo o que isso impactaria no Mate X da Huawei.

Para competição das duas, em um mercado travado, a Samsung pode ver com bons olhos esses entraves econômicos, e pode tentar reaver o mercado que foi tomado pela chinesa ao longo dos anos.

https://www.showmetech.com.br/samsung-galaxy-fold-anunciado-unpacked/

Fonte: AppleInsider

2 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta