CES, maior feira de tecnologia do mundo, voltará em 2021 com evento presencial

ces2021
A Associação de Tecnologia do Consumidor, que cuida da CES 2021, decidiu manter o evento planejado para 6 a 9 de janeiro
Anúncio
Samsung  campanha  Connected Living para promover conectividade de produtos  do lar

Os organizadores da CES 2021 (Consumer Electronics Show), afirmaram em comunicado que a próxima edição da maior feira de tecnologia do mundo acontecerá presencialmente em janeiro, mesmo com incertezas sobre a pandemia do novo coronavírus. Sob comando da Consumer Technology Association, a intenção é dar aos expositores uma chance de apresentar seus produtos em Las Vegas, tanto em formato físico quanto digital.

Em publicação oficial do site da própria organização da CES 2021, existe uma série de novos planos de segurança e saúde:

  • Limpar e higienizar regularmente os espaços nos locais das apresentações e fornecer estações de higienização por toda a parte;
  • Possibilitar melhor o distanciamento social, incluindo a ampliação de corredores nas várias áreas de exibição e o fornecimento de mais espaço entre os assentos nas áreas de conferências e em outros espaços onde os participantes se reúnem;
  • Recomendar práticas para os participantes, como usar máscaras e evitar apertar as mãos, e para expositores em demonstrações de produtos;
  • Limitar pontos de contato em todas as instalações, inclusive através de sistemas cashless para compras e transações;
  • Avaliar soluções para varreduras térmicas sem contato nos principais pontos de entrada do local;
  • Fornecer acesso aprimorado no local a serviços de saúde e assistência médica.
ces 2021 telas gigantes
Os corredores da CES 2021 serão ampliados (Reprodução; CES)

O evento, um dos maiores do mundo no ramo de tecnologia, abriga uma média de 175 mil participantes todos os anos. O Las Vegas Convention Center é a sede do evento, e um investimento de US$ 980 milhões para sua expansão está quase completo, incentivando a CES a ocorrer normalmente para o próximo ano. A organização afirma que está trabalhando em conjunto com a prefeitura de Las Vegas, e a prefeita Carolyn Goodman —que demonstrou ser contrária ao fechamento dos estabelecimentos — ofereceu a cidade como “grupo de controle” para a reabertura de cassinos e outros negócios para turistas.

É importante destacar que o comunicado ainda fala em “planos” para a CES, visto que o panorama para o evento — que deve ocorrer dentro de 7 meses — ainda é de incertezas, mas a organização está confiante de que até lá será possível retomar grandes eventos, ainda que com cuidados.

Grandes eventos cancelados em 2020

Enquanto isso, outros organizadores de eventos e conferências que deveriam acontecer em 2020 ainda mantêm em aberto as previsões para o ano que vem. Um nome forte que merece ser citado é a E3, conferência direcionada ao mundo dos games, que deveria acontecer entre os próximos dias 9 e 11.

Como substituição, haverá uma série de conferências digitais entre desenvolvedores de jogos e fabricantes de consoles até o mês de julho. A Blizzard, por exemplo, cancelou sua conferência (BlizzCon) agendada para novembro, e a Microsoft também afirmou que somente fará eventos digitais até julho de 2021.

CES, maior feira de tecnologia do mundo, voltará em 2021 com evento presencial
WWDC, da Apple, será realizada online (Divulgação; Apple)

Junto a estes, o Facebook cancelou todos os eventos com “50 ou mais pessoas” até junho do ano que vem e a Apple optou por realizar a Worldwide Developers Conference (WWDC), online, no próximo dia 22. Vale lembrar que no mês de fevereiro outro evento gigante de tecnologia, o MWC, foi cancelado pelo surto do coronavírus.

FONTES: CES, The Verge, CBS San Francisco, TechCrunch

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário