CEOs esperam crescimento econômico e priorizam transformação digital nos próximos 2 anos

Ceos esperam crescimento econômico
Cerca de 60% dos CEOs esperam crescimento econômico ainda nos próximos meses de 2021

De acordo com a pesquisa anual CEO Survey, realizada pelo instituto de consultoria e pesquisa Gartner, 60% dos CEOs esperam crescimento econômico nos próximos dois anos, enquanto 40% apostam em uma estagnação econômica durante 2021 e 2022. Os entrevistados também estão otimistas em relação aos resultados financeiros para 2021. Para 35% dos executivos, até o final do ano, será possível alcançar ou ultrapassar as receitas de 2019.

A pesquisa do Gartner foi realizada entre julho a dezembro de 2020 e contou com a participação de 465 CEOs e executivos de negócios sênior de empresas de diversos tamanhos e segmentos localizadas na América do Norte, EMEA (Europa, Oriente Médio e África) e APAC (Ásia Pacífico).

CEOs esperam crescimento econômico e priorizam a transformação digital 

Transformação digital-gartner
Transformação digital é a principal prioridade dos CEOs

Mesmo com o impacto da pandemia para o setor corporativo, os CEOs esperam crescimento econômico acelerado justamente devido às transformações digitais que aconteceram durante a crise sanitária. Para a maioria dos entrevistados (80%), “certas coisas mudaram permanentemente”, sobretudo, o mercado de trabalho. Muitas empresas pretendem manter os ambientes híbridos, o que consequentemente requer mais investimentos em soluções digitais. 

A tecnologia digital foi apontada como a principal prioridade estratégica para os negócios nos próximos dois anos. A categoria de “recursos digitais” é a única na qual os executivos estão interessados em investir em 2021. A maior parte dos CEOs pretendem priorizar a Inteligência Artificial (IA). Enquanto 30% dos entrevistados estão dispostos a apostar na computação quântica a longo prazo.

Os CEOs também estão receosos com a disputa comercial entre China e Estados Unidos em torno de tecnologias como 5G, Blockchain, IA e computação quântica. Eles acreditam que as disputas entre os países, sobre essas tecnologias, podem refletir nos seus negócios.

Outra categoria priorizada pelos executivos é a de fusões e aquisições (M&A), que teve um crescimento anual de 75%. Segundo Mark Raskino, vice-presidente de pesquisa do Gartner, esse resultado revela algumas mudanças esperadas para o mercado pós pandemia, a médio e longo prazo, como o surgimento de “novas estratégias e modelos de negócios com diferentes estruturas, capacidades, localização e produtos”.

Além disso, 40% dos participantes da pesquisa acreditam que questões relacionadas à justiça social e sustentabilidade são de suma importância para os seus negócios. Sendo que 45% dos CEOs afirmaram que já estão sentindo os impactos das mudanças climáticas em suas corporações.

Leia também

O trabalho flexível é apontado como a próxima grande tendência do mercado, segundo a Microsoft.

Fonte: Gartner; ZDNet; Voice Press

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário