Audiência dos serviços de streaming no Brasil ultrapassa TV paga

ibope
Pela primeira vez os serviços de streaming no Brasil superam a audiência da TV paga, que vem amargando um declínio da base de assinantes
Anúncio
Samsung  campanha  Connected Living para promover conectividade de produtos  do lar

O Ibope, que mede audiência da televisão, apurou que pela primeira vez o telespectador brasileiro consumiu mais conteúdo por serviços de streaming do que pela TV por assinatura. A informação, apurada pelo colunista especializado em TV Ricardo Feltrin, pode indicar que o modelo de TV paga, sem transmissão sob demanda, pode começar a ver seu declínio.

No mês de maio, a audiência dos serviços de streaming foi de 6,9 pontos, com 14,6% de share na média nacional, enquanto os canais de TV paga obtiveram 6,7 pontos, com 14,1% de share. Esses números foram obtidos no monitoramento da faixa comercial, compreendida entre 7h e 0h diariamente.

Mas, o que significam estes números? Cada um destes pontos equivale a aproximadamente 250 mil domicílios. No caso, 6,9 pontos equivalem a aproximadamente 1.750.000 domicílios assistindo conteúdo de streaming. O share é a participação desse conteúdo no total de TVs ligadas, por isso é um percentual: de cada 100 TVs ligadas, aproximadamente 14,7 estiveram exibindo conteúdo de streaming em maio. Para entender como esse número é representativo, o market share envolve a televisão aberta e por assinatura, streaming, jogos de vídeo game e até mesmo DVD.

A medição destes números é feita através de um aparelho de medição de audiência chamado peoplemeter, instalado em residências que participam da medição. Assim, ele mede a audiência apenas de televisões, excluindo qualquer contagem que venha de smartphones, tablets e computadores — o que significa que a audiência para os serviços de streaming pode ser ainda maior.

Migração da TV por assinatura para o streaming

O nicho de serviços de streaming é muito promissor, e grandes emissoras e estúdios de TV vêm investindo massivamente na criação de seus próprios serviços de streaming, o que inclui também a produção do seu próprio conteúdo.

Ilha de ferro é produção original do Globoplay, serviço de streaming
Ilha de Ferro é uma produção original Globosat Play

No Brasil, a Netflix foi a primeira grande plataforma a surgir, e seu nome é sinônimo de streaming. Outras plataformas também se estabeleceram por aqui, como a Amazon Prime Video, e outras locais, como a Globoplay e Globosat Play, que possui conteúdo de canais pagos como GNT e Multishow.

Estima-se que atualmente a Netflix possa ter mais de 15 milhões de assinantes no Brasil. Esse não é um número oficial, mas uma estimativa baseando-se na última informação que a empresa levou a público — quando informou que, conforme dados de abril de 2019, teria ultrapassado a marca de 10 milhões de assinantes.

Audiência dos serviços de streaming no Brasil ultrapassa TV paga
Netflix é a maior empresa de streaming, e a primeira a ter uma produção original indicada ao Oscar, com O Irlandês

Curiosamente, a TV paga possui atualmente uma base de assinantes também próxima a 15 milhões, resultado de uma queda de 25% desde a final da Copa do Mundo de 2014, quando a base era de 20 milhões de assinantes. Essa fuga tem suas razões: pacotes de canais muito caros e que incluem canais dispensáveis, programação que se repete, excesso de intervalos comerciais e a opção (ilegal) da pirataria.

Para segurar a fuga de assinantes, as TVs por assinatura têm incluído nos seus pacotes o acesso gratuito aos serviços de streaming dos canais inclusos nos pacotes — como HBO GO e Globosat Play.

TV aberta ainda é campeã de audiência

A Kantar Ibope, que faz o levantamento de audiência, afirma que a TV aberta ainda possui a maior audiência, com share de 60% das televisões ligadas na faixa comercial. Com a pandemia do novo coronavírus que mantém as pessoas em casa, somada à crise econômica e o aumento do desemprego (que puxam a fuga de assinantes de TV paga), os canais abertos continuam sendo o carro chefe do conteúdo para as famílias no Brasil.

Pode-se dizer que os telespectadores que buscavam qualidade de transmissão na TV por assinatura agora têm na TV aberta uma ótima alternativa, graças à implantação da TV digital no país.

Fonte: UOL

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário