Vendas de iPhones seguem em queda, mas Apple supera expectativas do 4ª trimestre

loja da apple em hong kong
Vendas de iPhones caem 9%, mas Apple supera as expectativas do 4ª trimestre graças aos serviços e Wearables

A Apple anunciou nesta quarta-feira (30) os resultados financeiros do seu quarto trimestre fiscal de 2019, encerrado em 28 de setembro de 2019. A companhia registrou receita trimestral de US$ 64 bilhões, um aumento de 2% em relação ao trimestre do ano anterior e ganhos trimestrais por ação diluída de US$ 3,03, um aumento de 4%.

A empresa informou que o negócio de assinaturas da Apple, que inclui aplicativos de assinatura, cresceu 40% ano a ano e disse que existem 450 milhões de assinaturas pagas na plataforma da Apple. Os wearables, incluindo os populares fones AirPods, foram o segmento de crescimento mais rápido da empresa, com receita de 54% a US$ 6,52 bilhões no trimestre.

Embora os números do iPhone tenham caído 9% em relação ao ano anterior, a empresa sinalizou que esperava um grande trimestre de férias, e as ações da Apple aumentaram mais de 1% nas negociações após o expediente. Tim Cook se disse otimista com os números do iPhone, já que no trimestre anterior a queda foi de 15% em relação ao ano passado. Ainda assim, foi a primeira vez que a taxa de declínio anual diminuiu para um dígito desde o final de 2018, quando os negócios do iPhone começaram a encolher. 

“Concluímos um inovador ano fiscal de 2019 com nossa maior receita no quarto trimestre de todos os tempos, impulsionada pelo crescimento acelerado de serviços, wearables e iPad”

Tim Cook, CEO da Apple.

Os investidores estavam observando as orientações da Apple para o importante trimestre de férias, que estava de acordo com as estimativas dos analistas. A Apple está sinalizando que espera crescimento em relação ao trimestre de férias do ano passado, onde foi atingido por uma grande queda nas vendas de iPhone na China.

Lançamentos de iPhone da Apple em 2019
Novos modelos de iPhone lançados em Setembro de 2019.

O conselho de administração da Apple declarou um dividendo em dinheiro de US$ 0,77 por ação das ações ordinárias da Companhia. O dividendo é pago em 14 de novembro de 2019 aos acionistas registrados a partir do fechamento dos negócios em 11 de novembro de 2019.

A maior parte do crescimento de vendas da Apple aconteceu nas Américas. As vendas na Europa, Japão e Grande China estiveram todas um pouco abaixo do trimestre do ano passado.

Realidade x Projeção

A Apple superou a projeção dos analistas de Wall Street para o quatro trimestre de 2019, graças ao aumento na divisão de serviços, que cresceu para US$ 12,5 bilhões, um aumento em relação aos US$ 10,5 bilhões no mesmo trimestre do ano passado e agora representa cerca de 20% da receita total da Apple. Tim Cook disse que a empresa está a caminho de atingir sua meta no próximo ano de dobrar a receita de serviços de 2016. Segue o comparativo:

  • Receita do quarto trimestre: US$ 64 bilhões. Analistas esperavam US$ 63 bilhões. No mesmo período do ano passado, a empresa registrou uma receita de US$ 62,9 bilhões.
  • Lucro do quarto trimestre por ação: US$ 3,03. Wall Street estava esperando US$ 2,84. No quarto trimestre do ano passado, a empresa ganhou US$ 2,91 por ação. 
  • Receita do primeiro trimestre (orientação): US$ 85,5 bilhões a US$ 89,5 bilhões. Analistas esperavam US$ 86,51 bilhões.

Projeções da Apple para o 1ª trimestre de 2020

A empresa espera alcançar uma receita entre US$ 85,5 bilhões e US$ 89,5 bilhões, margem bruta entre 37,5% e 38,5%, ter despesas operacionais entre US$ 9,6 bilhões e US$ 9,8 bilhões, despesas de outros de US$ 200 milhões, e uma taxa de imposto de aproximadamente 16,5%.

Apple AirPods Pro
Novos AirPods Pro podem ser o principal fator de receita da Apple para o Q1 2020.

Os números esperados são bem otimistas, principalmente graças ao lançamento dos AirPods Pro que traz novas funcionalidades que eram pedidas desde a primeira versão dos fones sem fio. Além do lançamento da AppleTV+, que deve agregar ainda mais ao valor de serviços da companhia de Cupertino.

Fonte: Business Insider, CNBC, e Apple

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: