Apple investe na Corning mais US$ 45 milhões, de olho no iPhone dobrável

Apple investe na corning
Após desenvolvimento do Ceramic Shield que equipa o iPhone 12, a Apple investe na Corning novamente e alimenta ainda mais os rumores de um iPhone dobrável

Nos últimos quatro anos a Apple vem investindo pesado na fabricação de vidros e revestimentos — no período, houve a aplicação de US$ 450 milhões neste segmento. Agora, a Apple investe na Corning — empresa responsável por essa fabricação de vidros — mais US$ 45 milhões, em momento próximo aos rumores surgidos na imprensa sobre a possibilidade de um iPhone dobrável para 2023.

Este investimento passado foi justamente o que desenvolveu o Ceramic Shield, material encontrado na parte de vidro traseira dos iPhones 12 e que tanto vêm dando retorno financeiro à empresa. Com o mercado de smartphones dobráveis procurando seu estabelecimento, é possível que em breve veremos o resultado do atual investimento da maçã.

Apple investe na Corning, em outras empresas e em outros setores

O investimento de 450 milhões de dólares nos últimos quatro anos fazem parte dos US$ 5 bilhões existentes no Advanced Manufacturing Fund (algo como “Fundo de Manufatura Avançada”, em tradução livre), um fundo para aplicação nos mais variados investimentos da Apple e que contribui com mais de mil empregos nas operações da Corning, nos Estados Unidos. Esse investimento também é aplicado para ajudar em pesquisas e desenvolvimento de melhores vidros, como o Ceramic Shield, um material mais resistente que qualquer outro vidro visto em smartphones — mais até que o Gorilla Glass, fabricado também pela Corning e que equipa uma quantidade expressiva de smartphones Android.

Apple investe na corning
Apple sempre investindo em tecnologia para melhores vidros em seus aparelhos

Hoje a Apple aplicou mais 45 milhões de dólares do Advanced Manufacturing Fund à Corning, mirando em melhores tecnologias relacionadas a vidros mais precisos em iPhones, Apple Watches e iPads. Esse novo investimento procura acrescentar às pesquisas o desenvolvimento de telas mais duráveis e que tragam mais vida útil ao aparelho, tornando assim a Apple e a Corning um comprometimento mútuo em relação ao meio ambiente, coisa que a Apple já vem se mostrando preocupada nos últimos tempos.

Outro investimento em tecnologia realizado na semana passada, foi de 410 milhões para a companhia II-VI, que produz os lasers responsáveis pelo TrueDepth, recurso que realiza o desbloqueio do iPhone utilizando o rosto do usuário através do Face ID, que inclusive foi melhorado na última atualização para iPhones, oferecendo uma alternativa de desbloqueio para quem estiver vestindo máscaras — consequências que a empresa precisou se adequar quanto à pandemia.

Ficou curioso sobre o os rumores do possível aparelho dobrável da Apple? Confira aqui todas as informações sobre o provável iPhone dobrável.

Fonte: The Verge, 9to5Mac e Apple.

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário