Apple Developer Academy acelera carreira de desenvolvedores

Apple developer academy
A Apple Developer Academy capacita jovens desenvolvedores para o mercado de aplicativos para iOS, e também introduz o básico de administração e marketing

A primeira Apple Developer Academy brasileira abriu em 2013, com o objetivo de treinar desenvolvedores, empresários e designers para estarem aptos a a trabalharem na infraestrutura de sistemas do iOS. Desde 2013, mais de uma dúzia de novas Apple Developer Academy foram abertas pelo mundo, empoderando estudantes para produzirem e criarem aplicativos para o iPhone, iPad e Mac. Mas qual o real impacto dela e de seus cursos?

A força da Apple Developer Academy

Apple developer academy
O campus em Detroit da Apple Developer Academy.


Nos cursos oferecidos pela Apple Developer Academy, os estudantes são ensinados a programar, além de terem noções aprofundadas de habilidades muito necessárias no mundo dos negócios, como administração, design e marketing. A academia também usa os preceitos da Apple de desenvolvimento inclusivo, e que os desenvolvedores devem fazer um impacto positivo no mundo. Grande parte dos graduados da Apple Developer Academy iniciaram seus próprios negócios após a graduação, e começaram a criar e vender aplicativos na App Store.

Segundo dados divulgados pela Apple, alunos da Apple Developer Academy são responsáveis por mais de 1.500 apps disponíveis na App Store, estudantes graduados dela já criaram mais de 160 empresas e atualmente, mais de 51 nacionalidades estão representadas entre os graduandos da academia.

A academia conta com dois cursos: um de 30 dias, que introduz os estudantes ao mundo de desenvolvimento de aplicativos como um negócio, e um que dura de 10 a 12 meses, que faz com que os usuários aprendam definitivamente a programar e desenvolver, além de começarem a treinar as outras competências citadas acima, como design e marketing.

Apple developer academy
Arthur Motelevicz, desenvolvedor do app Super Pads.

Os profissionais que passaram pela Apple Developer Academy contam com vários cases de sucesso, como Arthur Motelevicz, que frequentou a unidade em Curitiba e agora trabalha com outros 11 colegas do curso em uma empresa que ele mesmo criou. Graduado em 2013, ele usou seus conhecimentos musicais para criar um aplicativo de DJ, conhecido como “Super Pads“. Eventualmente, ele saiu de seu emprego antigo para se dedicar 100% ao aplicativo e a sua empresa, e está obtendo sucesso hoje em dia com essa decisão.

Apple developer academy
Aisyah Widya Nur Shadrina, desenvolvedora do app Hearo.

Outro exemplo de sucesso e impacto positivo é o de Aisyah Widya Nur Shadrina, de 23 anos, que a partir de sua experiência na Apple Developer Academy em Jacarta, na Indonésia, construiu um time composto somente de mulheres e usou o aprendizado de máquina do iPhone e sua câmera frontal para criar o Hearo, um aplicativo que traduz linguagem de sinais para voz e texto, criando uma forma melhor de se comunicar com pessoas surdas. O time de Aisyah foi selecionado para o Apple Entrepreneur Camp em 2020, onde tiveram auxilio de engenheiros da Apple em melhorias para o app.

As próximas Apple Developer Academy serão abertas em Detroit — será a primeira unidade nos EUA — e na Coreia do Sul. As inscrições serão abertas essa semana, fazendo parte do programa de Equidade Racial e Justiça Social da Apple, e será oficialmente inaugurada em Outubro. Também relacionado, a conferência WWDC21, evento anual da Apple para desenvolvedores, irá acontecer de forma 100% digital de 7 a 11 de junho, e terá várias palestras com pessoas que passaram pela Apple Developer Academy.

Fonte: Apple Newsroom


Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário